aldir blanc e a esperança equilibrista

Quando morreu Gabriel García Márquez, em abril de 2014, foi como se morresse um parente próximo, um avô querido, um professor remoto na arte de lutar fisicamente com cada palavra [e é quase sempre a palavra que vence]. A partida de Aldir Blanc, neste comecinho de maio, trouxe sentimento parecido, apesar dos seis anos e 8.236 quilômetros que separam uma passagem da outra, no tempo e no mapa.… Continue lendo aldir blanc e a esperança equilibrista

desculpa, morgan freeman [ou porque precisamos de um dia da consciência negra]

Sempre que esta época chega, ano após ano, religiosamente, alguém decide desenterrar o vídeo em que o ator norte-americano Morgan Freeman diz que o dia em que pararmos de nos preocupar com consciência negra, amarela ou branca e nos preocuparmos com a consciência humana, o racismo desaparece. Apesar das raízes de Freeman e da cor… Continue lendo desculpa, morgan freeman [ou porque precisamos de um dia da consciência negra]

carta aberta a conceição evaristo

Vitória, 19 de julho de 2019 Estimada Conceição Evaristo, Recentemente impus, de mim para mim mesma, uma tarefa sob vários aspectos desafiadora: produzir um artigo sobre a escrevivência como estratégia narrativa e política. Meu ponto de partida seria a perspectiva da segunda onda do movimento feminista, surgida entre as décadas de 1960 e 1970, de… Continue lendo carta aberta a conceição evaristo