o rum e o refúgio

Os personagens de 35 Doses de Rum compartilham seu sentimento de desconforto diante da realidade, como fazem os amigos de verdade. Agem como cúmplices diante do gato morto que vai pro lixo, do flerte e da dor de cotovelo embaladas por Nightshift e aquela melodia tristíssima dos Commodores, tristíssima como a expressão da personagem que insiste num amor não correspondido; do trabalho, da panela nova, da faxina catártica, do carro que pifa numa noite de chuva em que a música compensa até as divergências.… Continue lendo o rum e o refúgio